:: CAMPEONATO ::

Vinte e quatro times se enfrentam em 12 jogos e abrem as primeiras rodadas da Taça das Favelas 2023

Disputas serão realizadas no sábado (28) e domingo (29) no campo do Ipase, em Várzea Grande.

Doze jogos abrem a 1ª rodada da Taça das Favelas 2023 com seis jogos no sábado (28) e seis partidas no domingo (29), no campo do Ipase, em Várzea Grande. A abertura dos jogos será entre Marajoara e Parque Sabiá, às 8 horas. Em seguida, é a vez do CPA 3 contra o Wantuil de Freitas, às 9 horas.

Pelo feminino, às 16 horas, jogam as meninas do Marajoara contra o Novo Colorado. Na sequência é vez do masculino entre Novo Terceiro contra o Jardim Vitória, às 17 horas, e as 18 horas entram no campo a equipe masculina do São Mateus contra o Dr. Fábio. Fechando a rodada de sábado, as meninas do Mapim enfrentam as adversárias do São Mateus, às 19 horas.

No domingo, a equipe masculina de Aldeias e José Guimarães abrem o dia de jogos, às 8 horas. Em seguida tem a disputa entre os meninos do Jardim Florianópolis e Mapim, às 9 horas.

No período da tarde, tem dois jogos femininos na sequência: Três Barras contra o Wantuil de Freitas às 16 horas e Cristo Rei enfrenta o Novo Terceiro, a partir das 17 horas.

Os jogos das equipes masculinas Novo Colorado contra o Dom Aquino, às 18 horas e Santa Izabel contra São João dos Lázaros fecham a série de jogos.

Os vencedores vão se enfrentar em uma série de jogos entre o dia 30 de outubro a 03 de novembro. As semifinais serão disputadas no dia 4 de novembro, a disputa do terceiro lugar está prevista para o dia 5 de novembro e a grande final das categorias masculino e feminino será no dia 18 de novembro.

A Taça das Favelas 2023 é disputada por 24 seleções, sendo 16 masculinas e oito femininas. Foram 311 favelas inscritas e cerca de 1560 atletas participaram a fase das peneiras em suas comunidades para ter a oportunidade de compor a seleção.

“Mas ir ou não para a final não tira a chance de o atleta disputar a peneira estadual. Quando os jogos partem para a nova fase, aqueles que se destacaram nas partidas podem também participar da peneira estadual. Em seguida é montada a seleção do estado de Mato Grosso. Então, se de repente a favela perder na primeira rodada, ela ainda pode ter atleta representando na etapa nacional de São Paulo. Nós temos uma equipe técnica, porém, o técnico da seleção campeã e da seleção vice-campeã de cada rodada, que são convidados para fazer parte desta comissão e ajudarão a coordenar a garotada”, explicou o presidente da Cufa/MT, Anderson Zanovello.

Neste ano, a fase nacional será de 07 a 17 de dezembro, em São Paulo (SP).

Realização – A Taça das Favelas é uma realização da Cufa-MT, Secretaria de Estado de Cultura e Lazer (Secel/MT) e Associação de Desenvolvimento Social das Favelas e conta com apoio da Tubarão Sports, Água Mineral Lebrinha, Lide Mato Grosso, Prefeitura de Várzea Grande, Vórtion Comunicações. O evento tem a parceria com Assembleia Social, o Teatro Zulmira Canavarros, BS Comunicação, Em Cena Escola de Artes, 9 Atos, além da promoção da TV Centro América.

A Cufa é uma organização brasileira reconhecida internacionalmente nos âmbitos político, social, esportivo e cultural. Existe há 20 anos. Foi criada a partir da união entre jovens de várias favelas, principalmente negros, que buscavam espaços para expressarem suas atitudes, questionamentos ou simplesmente a sua vontade de viver.

GOSTOU? COMPARTILHE
WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
MAIS NOTÍCIAS
Com presença confirmada de Celso Athayde, a Cufa Global dá início a conferências em mais de 40 países, além do Brasil , com foco nas prévias para o G20 no Brasil
O evento também marcou a retomada dos trabalhos da Cufa Colíder.
Anderson Zanovello, coordenador geral da Taça das Favelas de Mato Grosso, destacou também a importância da reativação da Cufa Colíder.
O seminário deve atrair ainda lideranças da Cufa/MT em Alta Floresta, Sorriso, Sinop, Peixoto de Azevedo e Marcelândia, que são de interesse para a expansão da Taça das Favelas em Mato Grosso
Taça das Favelas 2023 terminou no sábado (13) no Estádio do Canindé, em São Paulo
Com presença confirmada de Celso Athayde, a Cufa Global dá início a conferências em mais de 40 países, além do Brasil , com foco nas prévias para o G20 no Brasil
O evento também marcou a retomada dos trabalhos da Cufa Colíder.
Anderson Zanovello, coordenador geral da Taça das Favelas de Mato Grosso, destacou também a importância da reativação da Cufa Colíder.
O seminário deve atrair ainda lideranças da Cufa/MT em Alta Floresta, Sorriso, Sinop, Peixoto de Azevedo e Marcelândia, que são de interesse para a expansão da Taça das Favelas em Mato Grosso
Taça das Favelas 2023 terminou no sábado (13) no Estádio do Canindé, em São Paulo
Secretário Jefferson Neves recepcionou os atletas na última semana em um dos auditórios na Arena Pantanal