:: CAMPEONATO ::

Três Barras e Santa Isabel vencem a Taça das Favelas Mato Grosso de 2023

As meninas do Três Barras venceram por 2 a 1 e Santa Isabel levou o troféu de campeão, após derrotar o Jardim Vitória nos pênaltis

As seleções, feminina do Três Barras, e masculina do Santa Isabel venceram a Taça das Favelas de Mato Grosso de 2023. Os jogos da final foram realizados na Arena Pantanal, neste sábado (18.11), em disputas eletrizantes que fizeram a alegria dos torcedores.

O primeiro tempo do jogo das meninas do Três Barras e Novo Colorado terminou empatado em 1 a 1. Mas, no final do segundo tempo, a seleção do Três Barras conquistou o título com o segundo gol, garantindo o primeiro lugar.

Na sequência, as seleções masculinas do Santa Isabel e Jardim Vitória se enfrentaram no último duelo, e o título foi definido nos pênaltis com o Santa Isabel levando a melhor.

No primeiro tempo, o Jardim Vitória saiu na frente com 1 a 0, mas no finalzinho do segundo tempo o Santa Isabel arrancou o empate. Na disputa dos pênaltis, o placar terminou em 3 a 2.

Técnica da seleção do Três Barras, Janaína Ferreira ficou emocionada após conquistar o título no estádio onde nunca havia pisado antes. “É muito gratificante e é muita emoção. Eu mesma nunca tinha pisado na Arena Pantanal e agora estou aqui pela primeira vez, e levantando o caneco”, declarou Janaína.

Aos 17 anos, o atleta Igor Alexandre participou da Taça das Favelas pela primeira vez. “Ganhar esse título é um sentimento incrível como jogadores da nossa comunidade, trouxemos a torcida e ganhamos essa final. A favela venceu”, disse Igor.

Durante a premiação na Arena Pantanal, as seleções masculina e feminina do Mapim receberam o troféu de 3º lugar. O secretário-chefe da Casa Civil, Fábio Garcia (União Brasil), esteve no evento representando o Governo de Mato Grosso. Ele destacou a importância da Taça.

“É uma oportunidade única tanto para o governo do Estado de Mato Grosso, quanto para esses meninos, que através do esporte eles possam prosperar. Eu acredito que o esporte traz para cada um desses jovens muita disciplina, os colocam numa rota correta. Portanto, apoiar esse tipo de esporte, ainda mais com o apoio da Cufa, é um papel social e esportivo espetacular”.

O coordenador esportivo da CUFA/MT e da Taça das Favelas, Giovane César Gabriel, disse que o encerramento do campeonato na Arena Pantanal elevou o nível da competição. “Quando a gente coroa um trabalho que começou há um tempo e agora termina na Arena Pantanal, acho que é gratificante. É colocar na cabeça que estamos no caminho certo”, disse.

Os jogadores, das demais seleções que se destacaram na Taça das Favelas, foram selecionados para disputar a peneira estadual neste domingo, 19 de novembro, a partir das 8 horas no campo do Marajoara, em Várzea Grande. Após a peneira será formada a seleção de Mato Grosso, que disputará a etapa nacional da Taça das Favelas, de 07 a 17 de dezembro, em São Paulo (SP).

Realização– A Taça das Favelas é uma realização da Cufa-MT, Secretaria de Estado de Cultura e Lazer (Secel/MT) e Associação de Desenvolvimento Social das Favelas e conta com apoio da Tubarão Sports, Água Mineral Lebrinha, Lide Mato Grosso, Prefeitura de Várzea Grande, Vórtion Comunicações. O evento tem a parceria com Assembleia Social, o Teatro Zulmira Canavarros, BS Comunicação, Em Cena Escola de Artes, 9 Atos, Esporte MT, além da promoção da TV Centro América.

A Cufa é uma organização brasileira reconhecida internacionalmente nos âmbitos político, social, esportivo e cultural. Existe há 20 anos. Foi criada a partir da união entre jovens de várias favelas, principalmente negros, que buscavam espaços para expressarem suas atitudes, questionamentos ou simplesmente a sua vontade de viver.

GALERIA DE FOTOS
GOSTOU? COMPARTILHE
WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
MAIS NOTÍCIAS
Com presença confirmada de Celso Athayde, a Cufa Global dá início a conferências em mais de 40 países, além do Brasil , com foco nas prévias para o G20 no Brasil
O evento também marcou a retomada dos trabalhos da Cufa Colíder.
Anderson Zanovello, coordenador geral da Taça das Favelas de Mato Grosso, destacou também a importância da reativação da Cufa Colíder.
O seminário deve atrair ainda lideranças da Cufa/MT em Alta Floresta, Sorriso, Sinop, Peixoto de Azevedo e Marcelândia, que são de interesse para a expansão da Taça das Favelas em Mato Grosso
Taça das Favelas 2023 terminou no sábado (13) no Estádio do Canindé, em São Paulo
Com presença confirmada de Celso Athayde, a Cufa Global dá início a conferências em mais de 40 países, além do Brasil , com foco nas prévias para o G20 no Brasil
O evento também marcou a retomada dos trabalhos da Cufa Colíder.
Anderson Zanovello, coordenador geral da Taça das Favelas de Mato Grosso, destacou também a importância da reativação da Cufa Colíder.
O seminário deve atrair ainda lideranças da Cufa/MT em Alta Floresta, Sorriso, Sinop, Peixoto de Azevedo e Marcelândia, que são de interesse para a expansão da Taça das Favelas em Mato Grosso
Taça das Favelas 2023 terminou no sábado (13) no Estádio do Canindé, em São Paulo
Secretário Jefferson Neves recepcionou os atletas na última semana em um dos auditórios na Arena Pantanal