:: CAMPEONATO ::

Lideranças da Cufa em MT participam de seminário da Taça das Favelas

O evento também marcou a retomada dos trabalhos da Cufa Colíder.

Lideranças da Central Única das Favelas (Cufa) de vários municípios de Mato Grosso participaram do Seminário da Taça das Favelas, realizado neste último sábado (10.02), no auditório Renan Dimuriez, em Colíder. O evento também marcou a retomada dos trabalhos da Cufa no município, com a presença de diversas autoridades. Conforme o presidente estadual da Cufa-MT, Anderson Zanovello, o evento teve como objetivo oferecer um treinamento aos coordenadores da entidade sobre a Taça das Favelas, que é o maior campeonato de futebol de campo do mundo disputado entre favelas, uma vez que este ano existe a possibilidade de realização da Taça nos municípios.

“Já tivemos duas edições da Taça em Mato Grosso, com participação do estado na etapa nacional e, este ano, trabalhamos para expandir o evento para os municípios, além de termos mais favelas participantes na etapa estadual. Neste seminário tivemos palestras técnicas onde falamos sobre pré-produção, coordenação esportiva, comunicação, assessoria de imprensa e fotografia, além da parte de prestação de contas”, comentou Zanovello.

Nesta mesma data a Cufa em Colíder retomou as atividades com Joel de Aquino na coordenação municipal da Cufa de Colíder que, na oportunidade, apresentou os colaboradores que irão atuar junto com ele na entidade. Informou ainda alguns projetos que serão iniciados, entre eles, oficina de rádio para jovens por meio de uma web rádio. “Estamos muito felizes por estarmos na Cufa. Na minha idade e experiência de desportista, eu nunca vi algo como essa Taça das Favelas, na verdade, eu nunca vi algo como a Cufa. É uma faculdade totalmente diferente, com certeza, eu devo aprender muito com todos vocês”, pontuou Joel.

Na parte da manhã do Seminário, teve a solenidade de abertura com a presença de várias autoridades de Colíder, entre eles o prefeito Hemerson Máximo, o Maninho, que falou da alegria de receber o seminário da Taça das Favelas no município. “É um projeto importante e a nossa missão enquanto gestor público sempre foi apoiar, desde o início da nossa gestão, as instituições voltadas à ação social, ao esporte, à cultura, ao lazer. Fomentar de fato para que as nossas crianças, os nossos adolescentes tenham essa formação. Obrigado, Anderson, por estar aqui conosco, sei que o filho da nossa cidade e hoje nos representa a nível de estado. Parabéns, Joel, pelo desafio de trazer pra cá a Cufa e, com certeza, você terá todo o apoio dos companheiros de Cufa e também da gestão municipal”, declarou Maninho.

Na oportunidade, o defensor público da cidade, Claudiney Serrou parabenizou as lideranças da Cufa e que a entidade trabalha para transformar vidas, não só de forma econômica, mas em caráter. “É transformar a pessoa para a vida futura. Vocês estão de parabéns”. Ainda pela manhã, os participantes ouviram as palestras de Anderson Zanovello que falou sobre os resultados gerais da edição do campeonato em 2023 e as principais estratégias de produção necessárias. Já a coordenadora geral da Taça das Favelas, Débora Ribeiro, apresentou quem foram os principais parceiros do projeto, a elaboração da proposta, captação de recursos e prestação de contas.

Já no período vespertino, quem abriu a roda de palestras foi o coordenador esportivo da Cufa que explanou sobre as regras do projeto, o que foi cobrado e oferecido aos líderes de favelas, os atletas, a equipe de arbitragem, gandulas, dentre outras informações. Na sequência, foi a vez do apresentador, jornalista e coordenador de Comunicação da Taça das Favelas, Elias Neto falar sobre o alcance da mídia e as estratégias para se chegar aos melhores resultados a partir do relacionamento assertivo com os meios de comunicação. Já a assessora de imprensa da Taça das Favelas Sandra Oliveira abordou o tema Assessoria de Imprensa para Grandes Competições e explicou algumas técnicas empregadas para ter o maior alcance de notícias na mídia. Por fim, o fotógrafo da Taça das Favelas Rogério Florentino falou sobre como realizar os melhores cliques, que retratem a grandiosidade dos atletas, das organizações e dos parceiros.

Estiveram presentes no seminário, os coordenadores da Cufa de Cuiabá, Várzea Grande, Sorriso, Sinop, Marcelândia e Peixoto de Azevedo, além da secretária de Cultura de Colíder, Indianara Leal de Freitas; o secretário de Governo, Gabinete e Comunicação, Laudenor Franscisco Torres, conhecido como Ed Mota; a presidente da Guarda Mirim do município e coordenadora do Procon, Franscilaine Almeida; entre outros.

GALERIA DE FOTOS
GOSTOU? COMPARTILHE
WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
MAIS NOTÍCIAS
Anderson Zanovello, coordenador geral da Taça das Favelas de Mato Grosso, destacou também a importância da reativação da Cufa Colíder.
O seminário deve atrair ainda lideranças da Cufa/MT em Alta Floresta, Sorriso, Sinop, Peixoto de Azevedo e Marcelândia, que são de interesse para a expansão da Taça das Favelas em Mato Grosso
Taça das Favelas 2023 terminou no sábado (13) no Estádio do Canindé, em São Paulo
Secretário Jefferson Neves recepcionou os atletas na última semana em um dos auditórios na Arena Pantanal
Anderson Zanovello, coordenador geral da Taça das Favelas de Mato Grosso, destacou também a importância da reativação da Cufa Colíder.
O seminário deve atrair ainda lideranças da Cufa/MT em Alta Floresta, Sorriso, Sinop, Peixoto de Azevedo e Marcelândia, que são de interesse para a expansão da Taça das Favelas em Mato Grosso
Taça das Favelas 2023 terminou no sábado (13) no Estádio do Canindé, em São Paulo
Secretário Jefferson Neves recepcionou os atletas na última semana em um dos auditórios na Arena Pantanal
Mato Grosso é o primeiro da chave e conquista classificação inédita