:: CAMPEONATO ::

Inscrições para Taça das Favelas MT 2023 devem ser realizadas até dia 6 de outubro

Estão abertas até sexta-feira (06-10) as inscrições gratuitas para a Taça das Favelas em Mato Grosso 2023. Trata-se do maior campeonato de futebol de campo entre favelas.

Neste primeiro momento, não se inscrevem times, mas apenas as favelas que desejam disputar o campeonato de futebol nas modalidades feminino e masculino. Os interessados se inscrever no site site http://tacadasfavelasmt.com.br/

O presidente da Central Única das Favelas (Cufa) em Mato Grosso, Anderson Zanovello, explica que as lideranças que se inscreveram vão participar de um congresso técnico, no dia 7 de outubro, onde eles vão conhecer as regras para realizarem o Dia das Peneiras.

Podem participar desta fase mulheres a partir dos 14 anos, e garotos de 14 a 17 anos. “A fase das peneiras é muito importante porque movimenta as favelas atrás de seus talentos. Por isso que, para participar da Taça das Favelas, não se inscreve o time, e sim a favela. É uma forma de darmos oportunidade a todos, àqueles que estão em projetos, mas também àqueles que gostam de bola e muitas vezes é um talento escondido que pode vir a ser revelado”, afirmou.

A divulgação das favelas selecionadas será no dia 09 de outubro. Depois disso, abre-se o prazo de 09 a 13 de outubro para os atletas interessados se inscreverem. As peneiras nas favelas devem ocorrer de 14 a 15 de outubro, com vários jogos simultâneos.

Ao todo serão selecionadas 24 equipes, sendo 16 seleções masculinas e 8 femininas. A final estadual vai ocorrer no dia 18 de novembro. No dia 19 de novembro será realizada a peneira estadual, onde qualquer jogador ou jogadora que tenha participado da Taça pode ser selecionado para fazer parte da seleção de Mato Grosso e disputar o campeonato a nível nacional.

A etapa nacional da Taça das Favelas está prevista para acontecer em São Paulo, entre os dias 07 e 17 de dezembro. Na edição da Taça das Favelas de 2022 em Mato Grosso, 1.430 jovens de todo o Estado puderam
competir entre as 24 favelas que disputaram o campeonato.

REALIZAÇÃO – A Taça das Favelas é uma realização da Cufa-MT, Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel/MT) e Associação de Desenvolvimento Social das Favelas e conta com apoio da Tubarão Sports, Águas Lebrinha, Vórtion Comunicações. O evento tem a parceria com Lide Mato Grosso, Assembleia Social, o Teatro Zulmira Canavarros, BS Comunicação, Em Cena Escola de Artes, 9 Atos e promoção da TV Centro América.

A Cufa é uma organização brasileira reconhecida internacionalmente nos âmbitos político, social, esportivo e cultural. Existe há 20 anos. Foi criada a partir da união entre jovens de várias favelas, principalmente negros, que buscavam espaços para expressarem suas atitudes, questionamentos ou simplesmente a sua vontade de viver.

ELIAS NETO E SANDRA C. OLIVEIRA | Assessoria CUFA-MT

GALERIA DE FOTOS
GOSTOU? COMPARTILHE
WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
MAIS NOTÍCIAS
O evento também marcou a retomada dos trabalhos da Cufa Colíder.
Anderson Zanovello, coordenador geral da Taça das Favelas de Mato Grosso, destacou também a importância da reativação da Cufa Colíder.
O seminário deve atrair ainda lideranças da Cufa/MT em Alta Floresta, Sorriso, Sinop, Peixoto de Azevedo e Marcelândia, que são de interesse para a expansão da Taça das Favelas em Mato Grosso
Taça das Favelas 2023 terminou no sábado (13) no Estádio do Canindé, em São Paulo
Secretário Jefferson Neves recepcionou os atletas na última semana em um dos auditórios na Arena Pantanal
O evento também marcou a retomada dos trabalhos da Cufa Colíder.
Anderson Zanovello, coordenador geral da Taça das Favelas de Mato Grosso, destacou também a importância da reativação da Cufa Colíder.
O seminário deve atrair ainda lideranças da Cufa/MT em Alta Floresta, Sorriso, Sinop, Peixoto de Azevedo e Marcelândia, que são de interesse para a expansão da Taça das Favelas em Mato Grosso
Taça das Favelas 2023 terminou no sábado (13) no Estádio do Canindé, em São Paulo
Secretário Jefferson Neves recepcionou os atletas na última semana em um dos auditórios na Arena Pantanal