:: CAMPEONATO ::

Acompanhe a viagem de Celso Athayde, CEO da Favela Holding, para o Fórum Econômico Mundial, onde irá receber o prêmio de empreendedor social do ano

Celso Athayde*
Davos, aí vou eu. Não vou sozinho. Levo comigo a potência de 17 milhões de pessoas, de um país chamado favela.

Estou aqui. No Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, minha cidade. Esperando para embarcar para uma viagem, que vai muito além de um sonho. Porque nem no sonho mais otimista, que eu idealizava junto com minha mãe e meus irmãos, eu esperava ganhar o Prêmio do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, como maior Empreendedor Social do Mundo.
Aqui, da sala de embarque, fiquei pensando em tudo o que vivi no Rio. O quanto essa cidade me formou e me ensinou. O quanto tive que empreender neste lugar, desde os meus primeiros passos. O quanto, nesta cidade, me reconheci como preto e favelado, mesmo que de forma um tanto involuntária.
Agora estou aqui, levando na minha bagagem toda a minha essência de preto de favela, e sobretudo, toda a potência que esse território carrega. Logo, quem está indo pra Davos, não é só o Celso Athayde, e sim a capacidade de transformação social que cada favelado e cada favelada tem na sua essência.
Somos 17 milhões de potências. O dobro de pessoas que têm na Suíça, país onde está localizado o Fórum Econômico Mundial. Somos um grande e potente país chamado favelado.
Eu não sei exatamente o que e quem eu vou encontrar na premiação do Fórum. Imagino que estejam lá grandes empresários e estadistas. Mas garanto que vou olhar no olho de cada pessoa que eu encontrar lá, e falar de onde eu vim, quem somos, das nossas potências e de onde somos capazes de chegar. Como por exemplo, no Fórum Econômico Mundial, em Davos.

GOSTOU? COMPARTILHE
WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
MAIS NOTÍCIAS
Em Mato Grosso, o Sebrae é um dos parceiros da Expo Favela Innovation 2024, que será nos dias 7 e 8 de junho no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá
Com presença confirmada de Celso Athayde, a Cufa Global dá início a conferências em mais de 40 países, além do Brasil , com foco nas prévias para o G20 no Brasil
O evento também marcou a retomada dos trabalhos da Cufa Colíder.
Anderson Zanovello, coordenador geral da Taça das Favelas de Mato Grosso, destacou também a importância da reativação da Cufa Colíder.
O seminário deve atrair ainda lideranças da Cufa/MT em Alta Floresta, Sorriso, Sinop, Peixoto de Azevedo e Marcelândia, que são de interesse para a expansão da Taça das Favelas em Mato Grosso
Em Mato Grosso, o Sebrae é um dos parceiros da Expo Favela Innovation 2024, que será nos dias 7 e 8 de junho no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá
Com presença confirmada de Celso Athayde, a Cufa Global dá início a conferências em mais de 40 países, além do Brasil , com foco nas prévias para o G20 no Brasil
O evento também marcou a retomada dos trabalhos da Cufa Colíder.
Anderson Zanovello, coordenador geral da Taça das Favelas de Mato Grosso, destacou também a importância da reativação da Cufa Colíder.
O seminário deve atrair ainda lideranças da Cufa/MT em Alta Floresta, Sorriso, Sinop, Peixoto de Azevedo e Marcelândia, que são de interesse para a expansão da Taça das Favelas em Mato Grosso
Taça das Favelas 2023 terminou no sábado (13) no Estádio do Canindé, em São Paulo